quarta-feira, agosto 06, 2014

I rest my case

Consegui, nesta semana, encontrar finalmente um fato de banho que gosto e que me fica bem. Não é tarefa fácil aviso já. Além de eu ser esquisitinha por natureza e gostar pouco de me expor ou fazer figuras tristes, encontrar um fato de banho bom, bonito e barato - sim, porque vi fatos de banho lindíssimos mas impróprios para a minha carteira - e outros que deixei escapar quando ainda não era altura de ir a banhos e agora nos saldos, nem vê-los. Por isso, confesso que já tinha perdido as esperanças de encontrar um fato de banho 'compostinho' que não me deixasse deprimida e resignado que ia passar as duas últimas semanas de Agosto a banhos com os antigos. Claro que tenho sempre os biquínis e são sempre uma hipótese, mas como tenho a barriga com estrias, um legado da minha gravidez, evito expor-me. Sinto vergonha e só me atrevo quando já estou mais queimadinha e as estrias menos brancas. Há muita gente que fica surpresa quando digo que uso fato de banho. Dizem-me: "mas és magra, não há necessidade". Para mim sim, há necessidade. Já não me sinto confortável em andar de biquíni na praia, não gosto da minha barriga e apesar de saber que sim sou magra e sou alta, sinto-me mais confortável e 'protegida' desta forma. Não é fácil encontrar fatos de banho tão apelativos quanto biquínis, é verdade. Entramos numa loja e há centenas de biquínis, lisos, às riscas, com padrões, com cueca subida, cueca reduzida, com alças, sem alças, you name it. Procurar por fatos de banho é um golpe de sorte, geralmente reduzem-se a cerca de meia de dúzia de modelos (e ter meia dúzia já é uma sorte!) A maioria não gosto e quando gosto são muito, muito caros. Algo que me irrita, já que a minha temporada de praia resume-se a duas semanas num verão e não acho que compense tamanho investimento.
Esta semana decidi espreitar uma mega loja de chinês que existe dentro do Centro Comercial Alvaláxia, no estádio do Sporting. Chama-se "Marias" e é gigantesca. Descobri-a quando fui com a pequena cria ao cinema - que também fica dentro do estádio - e decidi espreitar. Na altura vi vários de fatos de banho que até me agradaram mas que não experimentei convencida que achava qualquer coisa mais gira e de melhor qualidade. Pois bem, não aconteceu. Lembro-me que no início da época, quando a roupa de praia chegou às lojas, vi um fato de banho maravilhoso na Women's Secret - verde esmeralda - uma das minhas cores favoritas, mas custava mais de 50 euros e o meu lado forreta retraiu-se e o meu lado cerebral ganhou. Estávamos em Março (+ ou -) e na minha cabeça não fazia muito sentido gastar 50 euros num fato de banho que só iria usar em Agosto, por isso não o trouxe. Claro que hoje arrependo-me seriamente não o ter feito, mas a minha vida é feita destes dramas ou não seria a minha vida.
Esta semana dei de caras com o fato de banho na net, numa fotografia das férias da decoradora Maria Barros (que tem uma pinta descomunal) e claro, o fato de banho é ma-ra-vi-lho-so! (e fica-lhe a matar!)
Bom, na impossibilidade de ter este da imagem acima da women's secret, encontrei este da imagem abaixo da loja do chinês do Alvaláxia. Também é verde embora não seja esmeralda, mas por 12 euros não posso pedir muito! É mesmo um BBB (bom, bonito e barato) perfeito para as duas semanas de praia que se avizinham e estive quase, quase para trazer outro igual mas de cor diferente! Agora só falta mesmo a praia.
 
 


3 comentários:

Maffa disse...

Girissimo!!
proxima vez que for a PT vou visitar as Marias :) Adoro os achados BBB!!

Mafalda disse...

Acredita Mafalda, pelo preço que custou está perfeito, mas o verde esmeralda ficou-me atravessado. :-/ a loja Marias de Alvaláxia é gigantesca! das maiores que já vi. Tem muita tralha, mas também encontas coisas giras. É uma questão de se vasculhar e ter tempo para procurar!
beijinhos

PrincesaQuaseRainha disse...

É bem giro... Também ando à procura de um mas ainda não achei nada que me agrade....