sexta-feira, novembro 24, 2006

Depressa e bem não há quem!

Pois ontem foi mais um dia em que eu saí de casa atrasada para o trabalho. Isto acontece diariamente, levante-me eu às sete da manhã, ou às oito. Não há remédio que me valha. Admito que de manhã sou desorganizada, me custa ser ágil e rápida, que sou molengona, rabujenta, que demoro horas no banho matinal e que fico estupefacta como é que há pessoas que conseguem em apenas 20 minutos estar 'ready to go'.
O C. levantou-se à mesma hora que eu, quando ontem, até podia ter ficado mais umas horitas na cama. Geralmente deixo tudo pronto de véspera, organizo a roupa do dia seguinte, o almoço que trago todos os dias e deixo tudo a jeito, sempre na esperança de na manhã seguinte conseguir fintar o relógio em mais dez minutos, um quarto de hora, mas qual quê! Ele ainda me entregou o Actimel que vou todos os dias a beber no carro (passo a publicidade) e fechou-me a porta de casa. E lá fui eu à minha vida, quase sempre a acelerar na marginal e à espera de chegar a horas...
Pois ontem se já ia atrasada, ainda mais fiquei. Quando entrei na avenida principal rumo à expo pensei: 'estou a ir depressa demais, qualquer dia lixo-me'... e se bem o pensei, rapidamente aconteceu, pois cinco minutos mais à frente fui mandada parar por uma mulher polícia que muito rigidamente me pediu os documentos. '-Bom dia, os seus documentos e documentos da viatura por favor' e eu toda a tremer lá comecei a tirar a tralha da mala e a dizer, '-Ai sabe, é a primeira vez que sou mandada parar e me pedem estas coisas' - a ver se o motivo da paragem seria outro que não aquele que eu já sabia - e ela muito friamente diz, '-E a senhora sabe porque é que foi mandada parar?' e eu numa pergunta rectórica respondi; '-Porque vinha muito depressa?'.... '-Faça favor de sair da viatura e acompanhe-me!'
E foi assim, que fui multada em 120 euros que tiveram de ser pagos na hora. E se já ia atrasada, ainda mais fiquei. Mas ontem, ao contrário do dia anterior, acordei bem disposta e só me ria com a situação. Ao meu lado, uma outra jovem condutora à qual lhe tinha acontecido exactamente o mesmo (ao que parece as mulheres estão cada vez mais aceleras... ou mais atrasadas) chorava compulsivamente com a ideia de que podia ficar um mês sem conduzir e soluçava, '-Mas porque é que eu fui pôr a minha filha à escola?', como se o destino conspirasse contra ela. Eu resignei-me com a minha triste sorte (é que em dois meses é a quarta multa que levo! as outras são de estacionamento...) e chorava por dentro, enquanto me ria por fora, numa tentativa de diplomacia policial e assumindo a 'mea culpa, mea culpa' ao digitar o meu código multibanco.
A mulher polícia lá se mostrou mais 'mole e humana' e numa tentativa de fazer conversa para quebrar o gelo da situação, virou-se para mim e disse: '-Deixe lá, agora com o subsídio de Natal, 120 euros não é nada, dentro do azar até teve sorte!' e eu, muito seriamente respondi; '-Não tenho subsídio de Natal!'
Fez-se um silêncio de morte de ambas as partes.
'-Isso é que é pior, isso é que é pior...', respondeu ela.
Hoje de manhã não ultrapassei os 50 kms hora, demorei mais do que os tradicionais 15 minutos a chegar ao trabalho, mas calculei que com o temporal que está, nenhum polícia se dignasse a fazer controlos de velocidade à chuva e ao frio à beira da estrada.

A imagem que eu gostaria de colocar (o blogger hoje está cheio de problemas) para ilustrar esta caricata situação (uma vez que não tenho foto de minha autoria que me valha), é do Guilherme Lopes, este fantástico ilustrador e artista. (quando der, prometo colocar)

5 comentários:

bisgóia disse...

Ai amiga sei tão bem o que é isso. Eu, em 2 anos de carta, já tive duas. Uma por excesso de velocidade que me custou a módica quantia de 300 euros (e estava desempregada na altura), e a mais recente foi por ter mudado de faixa sem fazer pisca, o que me ficou em 60 euros. O mais triste é que parece que eles agora só caçam mulheres.

Mafalda disse...

eu lembrei-me de ti! segundo a polícia, se fosse a + 1 km/h do que velocidade a que ia, tinha recebido uma multa de 600 euros! dentro do azar, até tive sorte, como disse a polícia...****

Susa disse...

Olá, visitei-te hoje pela primeira vez mas vou voltar. Gostei de te ler. Beijos

Mafalda disse...

Que bom!! volta sempre! :) bjs*

Cristiana disse...

há uns tempos mandaram uma multa de 300€ para o hugo, por excesso de velocidade! ele ainda não a pagou mas diz que quer um comprovativo, já que acha muito estranha a hora da multa, no sítio em que foi. mas sim, dentro do azar até tiveste alguma sorte ;) beijinho