quarta-feira, maio 30, 2007

dois em um




















Ontem tive direito a duas surpresas preparadas pelo C., mas não me apanhou desprevenida, porque eu também tinha para a troca. É que durante a hora do almoço andei entretida no centro comercial e vi uma t-shirt de homem que tinha mesmo a cara dele. Vai daí, nem hesitei e comprei-a, porque se não for eu a insistir para ele comprar roupa, ele nunca o faz, ou então, anda com as calças até as mesmas rasgarem, ou com as t-shirts a alternarem entre a cor gasta e o algodão esmorecido. E eu odeio isso, porque não há mesmo necessidade. Ele é que para comprar o que quer que seja para vestir, é uma carga de trabalhos. Por isso, de vez em quando, vou-lhe oferecendo uma coisita daqui, outra dali, mas sempre a medo… porque ele é um esquisito! Mas pronto, comprei e ao que parece ele gostou, porque hoje já foi com a bela da t-shirt vestida para o trabalho e antes de sair de casa veio mostrar-me, todo vaidoso. Mas o mais engraçado, foi que eu cheguei com esta pequena surpresa a casa e ele também me tinha comprado duas coisas para me oferecer. (e não, não era nenhuma data especial)
A primeira foi o cd do George Michael, ‘Twentyfive’, com todos os êxitos e as melhores músicas! E eu claro, delirei. É que depois do fantástico concerto, só me apetecia ouvir GM o dia todo, mas um antigo 'best of' que tínhamos cá em casa, desapareceu misteriosamente e não havia nada que eu pudesse ouvir que me matasse o desejo. Por isso, foi mesmo uma surpresa boa. Coloquei logo o cd a tocar em altos berros enquanto fazia o jantar. Hoje estou farta de o ouvir (acho que o irei fazer até enjoar) e já o passei para o iTunes, iPod e emprestei às minhas colegas para gravar. A segunda, foi a minha ‘amada’ Oprah. A revista. É difícil de encontrar e não se consegue comprar em todo o lado, mas ele lá conseguiu! É que eu sou uma fã empedernida da Oprah, (eu e mais não sei quantos milhões espalhados pelo mundo fora) e geralmente não perco um programa e ele, quase todos os dias, ‘leva’ também com a Oprah! Quando não é às dez, é à meia-noite e às vezes chego ao cúmulo de rever os programas que já vi. (porque aquilo está sempre a repetir).
Ele revira os olhos, faz ar de seca, às vezes vai para o computador e deixa-me na sala a ver a televisão, mas outras vê comigo, faz-me companhia e eu sei que até acha piada. Só quando os temas roçam o ‘sentimentalóide’, é que aí sei, que estou a abusar da boa vontade do rapaz. E pronto, para quem não conhece a revista, espreitem o site, onde podem ver os temas abordados na edição de Junho.
Entretanto, hoje, em outra incursão pelo centro comercial à hora do almoço, comprei a prenda da Bia. (a afilhada do C., que fez anos na segunda e cuja festinha de aniversário será Domingo) A mãe dela tinha-me falado num jogo, ‘O cão mauzão’ de seu nome, mas que estava esgotado e que não havia em lado nenhum. Pois bem, apesar de não fazer a mínima ideia do que se tratava e de achar o nome um pouco assustador para um jogo infantil, lá o consegui encontrar, nas prateleiras do Continente! Era o último, comprei-o logo. Pensei em aproveitar a sorte antes de ela desaparecer. Afinal, segundo percebi e algumas colegas me explicaram, trata-se de uma versão mais comercial do nosso antigo Mikado (lembram-se?), mas com um cão com ar feroz à mistura e ossos de plástico em vez de pauzinhos...
Vamos ver se o ‘mauzão’ faz a Bia feliz.

5 comentários:

bisgóia disse...

Ohhhhh amiga, onde é que ele conseguiu arranjar a revista? Eu tb ando louca à procura, queria tanto ver... buáaaaaaaaaaaa. Estou sempre a pedir ao P. qd ele vai para fora, mas sabes como é...homens!

beijinhos

Mafalda disse...

acho que ele comprou no Colombo, mas é preciso sorte, porque ela chega no final do mês, numa semana específica e desaparece num ápice! também sei que há um sítio em Oeiras que a vende, porque quando trabalhava para aqueles lados, costumávamos tê-la na redacção. talvez seja a press linha do oeiras parque, é uma questão de perguntares. No Colombo sei que é uma loja de revistas pequeninas que fica no segundo piso, que tem muita revista estrangeira. (não me lembro é do nome)
experimenta**

bisgóia disse...

sim, sim, eu sei muito bem que loja é essa farto-me de lá ir. Vou ver no Oeiras, pode ser que tenha sorte.

Quanto ao CD, não há nada a dizer! LOL

beijinhos!

Estrelinha do Mar disse...

Mas o que é que se passa com os nossos gajos? Já o meu é a mesma história: tem uma aversão inexplicável a tudo o que implique comprar roupa e/ou sapatos. Apesar de detestar fazer esse papel, tenho de andar sempre a insistir nesse assunto. Chega ao cúmulo de estarmos nas lojas (porque eu o arrastei) e em vez de escolher peças para ele começa a tirar coisas para mim com o argumento que não precisa de nada, "e que bem que isto te ficava e mais isto e ainda isto, anda, anda, que eu ofereço-te, mas para mim não quero nada".
Isto não é nada normal! LOL

Mafalda disse...

ehehehe, é verdade!!! o meu faz o mesmo! eu acho que eles gostam de nos ver bonitas, mas são mais desprendidos no que respeita a escolher coisas para eles! claro que depois há o oposto, os gajos super vaidosos que quase competem em rivalidade com as gajas, mas esses... eu pelo menos, dispenso! lol
lá vou fazendo o papel de 'insistente' e lá vou conseguindo que ele compre uma camisa hoje, uma t-shirt amanhã... lol
pelos vistos, são todos farinha do mesmo saco ;)
beijoss*